segunda-feira, 27 de abril de 2015

CURURUPU: GOVERNO DINO NÃO PAGA, E FUNCIONÁRIOS DA SANTA CASA DE CURURUPU CRUZAM OS BRAÇOS.


Funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Cururupu cruzam os braços nesta Segunda Ferira (27), só atendem as urgências e emergências.

Dr. Roberto Seabra
Médico 
O medico Dr. Roberto Seabra cirurgião da Santa Casa de Misericórdia de Cururupu, criticou duramente a ação do governo do estado em não fazer os repasses dos recursos que completarão 3 meses no próximo dia trinta. Para Roberto com a paralisação várias pessoas estarão sofrendo, uma vez que a santa casa é referenciada pelo estado para atender a região.

As paralisações diárias até o dia 30, após terá paralisação total. Roberto Seabra criticou o atual governo do estado por serem conhecedores da situação da Santa Casa, que no período eleitoral o governador Flavio Dino falou muito sobre a Santa Casa mas não teve a humildade de visitá-la para saber das reais necessidades da mesma, uma vez que ela é a referencia da região.

Para completar os repasses ainda foram cortados e não há como manter toda a estrutura da Santa Casa de forma que atenda as Cururupu e região sem que haja verbas e quem sofre é a população que infelizmente precisa ser atendida.

Ainda de acordo com Roberto, os casos de urgência e emergência estão sendo atendidos dentro dos limites oferecidos pela Santa Casa, uma vez que para ele o governo esta sucateando a Santa Casa e fazendo sofrer a população local e toda a região que também recebe este atendimento.

Dr. Edilson Junior
Médico 
Segundo o Dr. Edilson Junior, diretor clinico da Canta Casa de Misericórdia de Cururupu, É sabido de todas as lideranças políticas e secretários de saúde da região que as dificuldades financeiras da instituição começaram na administração passada, quando o governo do estado retirou recursos da região na ordem de quase 200 mil reais da media complexidade da região, isso sucateou a região e faltam anestesistas, ortopedistas, pediatras, ficando apenas um medico de plantão para atender toda a região, isso foi informado ao ministério publico, ao governo anterior, a comissão inter-gestora bipartite e a CIB, em abril de 2014 e ate os presentes nenhuma medida foi tomada.  O novo governo assumiu prometeu mudanças e todos esperam estas mudanças prometidas para que possam fazer um atendimento digno.
No tocante a falta de repasses, o ultimo repasse efetivado pelo estado se deu em fevereiro de 2015, e desde lá não foi feito mais repasses, encontra-se em atrasos as folhas de fevereiro, março e abril que esta vencendo no dia 30, bem como fornecedores, impostos federais e contas de energia, então a dificuldade do momento principal é o pagamento das folhas de funcionários pra que eles possam continuar a prestarem seus serviços à região e de forma mais digna possível a suas famílias que estão passando por dificuldades por não receber seus recursos, e o que nós esperamos é que a secretaria de saúde do estado do Maranhão reconheça a situação e pague os meses que esta devendo a Santa Casa, e a direção da Santa Casa cumpra imediatamente em pagar os enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos, serviços gerais e demais funcionários.
 
O que nós fomos informados é que os profissionais irão manter paralisação diárias até o dia trinta, e após paralisação total, nós quanto diretor clinico da instituição e por obrigação do conselho regional de medicina temos que manter o atendimento aos pacientes que se encontram internados isso nós iremos manter já informamos ao conselho regional de medicina sobre a situação para que nos de orientações do que fazer.

Os pacientes que chegarem o medico de plantão ira fazer a avaliação do paciente e se houver gravidade de internamento será internado imediatamente.

Vejam as entrevistas dos médicos Edilson Junior Roberto Seabra.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

BLOG DO CLAUDIO MENDES.....