domingo, 6 de maio de 2018

Acusado de matar primo em Cururupu é preso no aeroporto de São Luís

Milton Silva Moura Júnior, preso acusado de assassinato
SÃO LUÍS – A polícia civil, com apoio da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), prendeu na madrugada de hoje (05), no aeroporto Marechal Hugo da Cunha, em São Luís, Milton Silva Moura Júnior, que tentava fugir para o Rio de Janeiro. Contra o criminoso encontrava-se em aberto um mandado de prisão por ter praticado um homicídio no mês de fevereiro no bairro areia branca em Cururupu, quando cuminol com a morte do seu primo.

Charles Moura Reis ,assassinado pelo primo em Cururupu
A prisão aconteceu após a equipe de captura receber informações sobre o paradeiro do indivíduo, sendo que de imediato foi montado um cerco e no momento que o indivíduo tentava adentrar na aeronave foi localizado e preso. O criminoso foi apresentado no plantão de São Luís e em entrevista confessou o crime e disse que efetuou o disparo com espingarda bate bucha. Não houve briga no dia do crime, ele foi encontrando a vítima e foi logo efetuando disparo.

Segundo os familiares do acusado, ele se encontrava totalmente drogado “chegou pedindo dinheiro para a avó, não conseguiu, em seguida pegou a espingarda e saiu, encontrou a vítima sentado na porta da casa com algumas pessoas e atirou”. A vítima ainda teria sindo socorrida no hospital Santa Casa de Misericórdia de Cururupu, o qual não resistiu vindo em seguida a falecer. O motivo do crime teria sido um celular que a vítima supostamente teria pego do acusado. Segundo informações da Polícia ambos tinham envolvimento com uso de drogas e roubos na cidade de Cururupu, inclusive, segundo consta o celular que objetivou a tragédia seria fruto de roubo. Na oportunidade uma guarnição da Polícia Militar de Cururupu realizou várias diligências nos bairros para capturar o acusado mais sem êxito.

Vingança
No mesmo dia, por volta das 21:40 hrs, informações dão conta que dois indivíduos conhecidos por “CAPETINHA E DANIEL”, invadiram a casa do senhor Milton Silva Moura, que seria pai de Milton Silva Moura Júnior, residente no bairro areia Branca, Travessa da Alegria, 87, Pitombeira, diz ainda a informação que a vítima sofreu vários golpes de facão deferidos pelos elementos. A invasão se deu em razão de vingança pela morte de Charles Moura Reis, este último seria amigo dos suspeitos e veio a óbito após sofrer um tiro no peito disparado por Milton Silva Moura Júnior filho do senhor Milton Silva Moura.