sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Quadrilha ataca carro-forte em Timon e vigilante fica preso às ferragens

Quadrilha volta atacar carro-forte na BR-316 e vigilante fica preso às ferragens (Foto: Reprodução)
TIMON– Uma nova tentativa de assalto a carro-forte ocorreu no início da noite desta quinta-feira (22) entre os municípios de Timon e Caxias, no Maranhão. É a terceira investida de criminosos contra veículos de transporte de valores nas últimas 48 horas em rodovias do Piauí e Maranhão. 

Segundo a capitã Tyciane Ibiapina, do 11º Batalhão da Polícia Militar, criminosos em três veículos atiraram contra um carro-forte na BR- 316, próximo ao Portal da Amazônia. Desta vez, eles não explodiram o veículo.

“Eles atiraram contra o carro e o motorista não parou. Um dos tiros acertou o pneu do carro-forte que tombou na estrada. Eles não conseguiram levar nada”, garantiu a capitã que é relações pública do 11º Batalhão.

O crime ocorreu a 20 km de Timon e guarnições da cidade buscam pistas dos criminosos. A tentativa de assalto ocorreu por volta das 18h30.

O delegado Regional de Timon, Humaitã Oliveira, informou que o veículo seguia de Codó-MA para Teresina-PI e durante os tiros o motorista foi desviar dos criminosos e caiu numa ribanceira. 

Os assaltantes estavam em uma SW4 cor branca e tiveram o apoio de dois veículos mercedes sedan. 

No capotamento, o motorista do carro-forte ficou preso às ferragens e foi socorrido pela ambulância do Samu. Participaram do socorro, o Corpo de Bombeiros, Polícias Militar, Civil do Maranhão, e o Greco, do Piauí. O vigilante Gilvani da Cruz estava com escoriações pelo corpo e havia suspeito de que teria fraturado uma das pernas. Ele foi levado para o HUT (Hospital de Urgência de Teresina) e estava consciente. 

A Polícia encontrou cápsulas de armamento pesado como AK47 e ponto 50. Há suspeita de que o bando é o mesmo que atuou no ataque aos veículos nas BRs 316 e 343. 

Na última terça-feira (20), ações simultâneas de ataques a carro-forte quase resultam em tragédia. Quatro vigilantes foram feridos e houve a explosão de um veículo. Uma das investidas dos bandidos foram próximo a cidade de Água Branca, a 98 km de Teresina. A outra foi entre Altos e Campo Maior. Segundo a polícia, o bando levou mais de R$ 1,2 milhão. 

BR fica totalmente interditada

O trecho da rodovia ficou interditado durante o resgate do vigilante. A BR só foi liberada após a chegada de outro veiculo da Prosegur que retirou o dinheiro do carro-forte. O vigilante ficou por cerca de 2h debaixo do veículo. Ao ser resgatado, ele foi aplaudido por todos os presentes. 

Fonte: Icururupu