quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Líder De Facção Criminosa É Preso Em Pinheiro Pela Polícia Civil E Militar

Carlos Maciel MartinsFoto Reprodução
O acusado foi encontrado em uma residência, enquanto dormia com sua companheira, e não reagiu à prisão.

Ações de pronto enfrentamento contra o trafico de entorpecentes realizados pela Polícia Civil do Maranhão resultou na prisão de líder de facção. O acusado identificado por Carlos Maciel Martins fora preso por volta das 06h desta Quarta-feira (01), pelo cumprimento de um mandado de prisão.


Carlos Maciel é acusado ainda, de ser integrante de uma facçāo criminosa, com atuação no território brasileiro.

A operacāo coordenada pela 5ª Delegacia de Polícia Civil da Regional de Pinheiro e a Polícia Militar, através do 10ºBPM, deu cumprimento a 03 mandados de busca e apreensão, no município de Pinheiro, onde foi logrado êxito em encontrar em uma das residências, um dos líderes de uma facção criminosa. No momento da prisão, ele estava dormindo com sua companheira e não teria reagido à prisão.

O Carlos Maciel Martins, conhecido como “Maciel”, contra quem há um mandado de prisão preventiva, estava sendo investigado pelos crimes de homicídios e tráfico de drogas na região. No mês passado houve inclusive troca de tiros, entre ele e policiais civis e militares de Bequimão, ocasião em que o suspeito conseguiu se evadir.

Investigações paralelas

Durante a ação da Policia Civil e Militar, haviam suspeitas que Carlos Maciel poderia ser encontrado no local, pois o mesmo estava foragido do município se Bequimão.

O delegado regional de Pinheiro, Carlos Renato relatou ainda, que “Com o acusado, os policiais encontraram uma fotografia, que consta o suspeito com uma arma de fogo. A arma ainda não fora recuperada, mas a polícia continua realizabdo buscas.

As investigações apontaram tambėm , outros criminosos envolvidos na distribuição da droga nos municípios de Bequimão, Peri e Pinheiro, sendo que há outros envolvidos também presos e cumprindo pena, pelos crimes relatados.

O criminoso Carlos Maciel será autuado pelo crime de organização criminosa e receptação e depois encaminhado para a UPR de Pinheiro, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Fonte: Icururupu