terça-feira, 10 de outubro de 2017

4 Profissionais De Medicina Do Programa Mais Médicos Chegam A Cururupu

Programa Mais Médicos tem por finalidade reduzir a carência de médicos e expandir a infraestrutura física da oferta de saúde nas regiões prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS), que inclui municípios com alto percentual de população em situação de extrema pobreza, municípios do grupo G100 (100 municípios mais populosos e com maior vulnerabilidade socioeconômica) e municípios com alto percentual de população usuária do SUS, levando o serviço de saúde para regiões onde havia carência de profissionais.
As vagas foram oferecidas prioritariamente a médicos brasileiros, interessados em atuar nas regiões onde faltam profissionais. Devido ao não preenchimento de todas as vagas, o Brasil aceitou candidaturas de estrangeiros, com a intenção de resolver um problema que era emergencial para o país. Em 2014, foram alocados 7.786 médicos, entre brasileiros e estrangeiros, atingindo um total de 14.462 médicos em atividade em 3.785 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei). Desde 2013, quando foi criado o programa, o governo federal superou a meta inicial estipulada de atender 46 milhões de pessoas, chegando a alcançar 50 milhões de beneficiados.
Os quatro novos integrantes do programa em Cururupu são a Dra Christiane, Dr André, Dr Leandro, Dr Wanderson, todos brasileiros que começaram a atender a parti desta semana no município. 
Na última segunda-feira (09) 44 profissionais brasileiros formados no exterior, do programa Mais Médicos, começaram a atuar na atenção básica de 31 municípios do Maranhão. Os médicos fazem parte dos cerca de 1.400 brasileiros que aderiram ao último edital do projeto. Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do país, já são 8.316 brasileiros no programa, o que representa 45,6% do total. No estado do Maranhão, 716 médicos já atuam pelo Mais Médicos.
A prioridade da pasta é ampliar a participação nacional, tornando a iniciativa mais independente e garantindo atendimento médico à população.
 Fonte: Icururupu