sábado, 2 de janeiro de 2016

SOBE PARA 96 O NÚMERO DE CASOS DE MICROCEFALIA NO MARANHÃO

Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão (SES) divulgou nesta quarta-feira (30) novos dados sobre a microcefalia no estado. Foram registrados 96 bebês com a doença até agora. São Luís continua sendo o município com o maior número de casos, 25 até o momento. Ao todo, 45 municípios apresentaram casos da doença (veja na íntegra a lista de municípios que apresentaram casos da doença).
O único caso de óbito em decorrência da doença foi registrado em São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís. A cidade apresentou ao todo seis casos de microcefalia. Buriticupu é a segunda cidade com maior número de casos no Maranhão, registrando sete ao todo. Imperatriz, a segunda maior cidade maranhense, outros seis casos também foi registrados pela SES.
No último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (29), o Maranhão ocupava o 9º lugar no ranking dos estados com maior número de casos. O estado que segue registrando maior número de casos de microcefalia é Pernambuco com 1,153 bebês portadores da doença.
A microcefalia é uma condição rara em que o bebê nasce com o crânio do tamanho menor do que o normal. Na maior parte dos casos a doença é causada por infecções adquiridas pela mãe, especialmente no primeiro trimestre da gravidez, que é quando o cérebro do bebê está sendo formado.
Em novembro, o Ministério da Saúde confirmou a relação da microcefalia com os casos de Zika vírus em gestantes transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti.
Guerra ao Aedes Aegypti
A única forma de prevenir contra o Zika vírus, a dengue e a febre chikungunya é combatendo os criadouros do mosquito Aedes Aegypti. Veja os cuidados para combater o Aedes Aegypti.


ATUALIZAÇÃO – CASOS DE MICROCEFALIA
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que quarta-feira (30), no Maranhão, de acordo com o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc), já foram confirmados 96 casos de bebês com microcefalia em 45 municípios. Os casos ocorreram nos municípios de Açailândia (1), Aldeia Altas (1), Axixá (1), Barra do Corda (3), Barreirinhas (1), Buriticupu (7), Buritinara (1), Campestre (1), Carolina (1), Caxias (1), Chapadinha (1), Codó (1), Coroatá (3), Davinópolis (1), DomPedro (2),  Esperantinópolis (1), Fortuna (1), Grajaú (1), Humberto de Campos (1), Imperatriz (6), João Lisboa (1),  Lima Campos (1), Loreto (1), Mata Roma (1), Miranda (1),  Paraibano (2), Pedreiras (1), Pio XII (2), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Rosário (1), Santa Inês (2), Santa Rita (1), Santo Antônio dos Lopes (1), São Domingos do Azeitão (1), São Francisco do Brejão (1), São João dos Patos (2), São José de Ribamar (6), São Luís (25), Senador La Roque (1), Timon (2), Trizidela do Vale (1), Turiaçu (1), Urbano Santos (1) e Viana (1). Dentre os casos apresentados, um óbito ocorreu em São José de Ribamar.