sexta-feira, 30 de outubro de 2015

CULTURA CURURUPUENSE DE LUTO, O ÚLTIMO ADEUS A BUCA DO ÁGUIA DO SAMBA.

Aos 80 anos faleceu na tarde de ontem dia 29 de outubro o Davi Salgado popular Buca do Águia na Santa Casa de Misericórdia de Cururupu.

Hoje as ruas da cidade ficaram cheias de populares participando do cortejo até o cemitério São Pedro e populares reconhecendo o trabalho de uma pessoa calma, mas que levava alegria a todos, desta forma a bateria da águia, acompanhando os sambas enredos da escola impulsionados pelos foguetes e um forte buzinaço foi o cortejo, enfim assim foi o ultimo adeus a Davi Salgado (Buca do Águia).

Buca, foi um dos fundadores da Escola de Samba Águia do Samba no ano de 1952 dando assim a sua parcela de colaboração significativa para a cultura local. Foi homem de personalidade e deixou o seu legado na cultura e na família.

Davi Salgado (Buca) deixa 17 filho e uma esposa que é carinhosamente chamada de Didi. 
  





   

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

A PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM CURURUPU REALIZA PROGRAMAÇÃO ESPECIAL PARA CRIANÇAS DE CURURUPU



A Primeira Igreja Batista em Cururupu (PIB) realizou nessa segunda 12/10 dia das crianças um momento social com as crianças, onde foi trabalho toda uma dinâmica de fortalecimento do evangelho na vida das crianças, o contar as histórias bíblicas, louvores, dinâmicas, brincadeiras, lanches e distribuição de brinquedos.

“O trabalho da PIB neste dia das crianças foi de muitas alegrias, e só temos a agradecer a Deus, irmãos e às pessoas que doaram os brinquedos para que esse trabalho se realizasse” afirmaram os coordenadores da ação.


A Primeira Igreja Batista em Cururupu solidifica a cada dia o seu trabalho social e evangelizador onde Deus é o centro.
















POLICIA CIVIL FAZ MAIS UMA OPERAÇÃO, AGORA MÃO AMIGA.


Isso mesmo, a policia civil fez mais uma operação hoje em Cururupu onde levou alegria e presentes a varias crianças da comunidade de nova Jerusalém.

Hoje (12/10) a policia civil de Cururupu através dos investigadores Kassâmio e Fernando fizeram uma mega operação dentro da comunidade de Nova Jerusalém, desta vez os policiais não entregaram mandato de prisão e nem prenderam ninguém, mas entregaram sim brinquedos, isso mesmo eles fizeram a doação de brinquedos na favela Jerusalém para crianças em comemoração ao dia das crianças e prenderam a atenção das pessoas para o trabalho social da policia dentro de uma comunidade carente.


Segundo os investigadores “A Polícia não pode entrar na favela apenas para perseguir criminosos, efetuar prisões, dar tiros etc... Existem muitas pessoas de bem e muitas crianças carentes que vivem nas periferias.

Devemos mostrar para elas que nós policiais é que somos seus exemplos seus heróis e não os traficantes e criminosos. Por isso é fundamental o trabalho social da polícia principalmente em lugares carentes. Além de tudo, essa é a nossa maior contribuição e o que mais nos motiva.


A abnegação é algo prazeroso, pois o que nos acalenta é o sorriso de uma criança feliz, mesmo que por um pequeno gesto”. Afirmaram os policiais.

Parabéns ao trabalho da policia civil de Cururupu que não é de de investigação e punição mas sim social onde as comunidades se sentirão mais acolhidas e valorizadas. Como no exemplo demonstrado por esses policiais que levarão alegria a varias crianças de uma comunidade carente.













OPERAÇÃO MÃO DE FERRO CONTINUA EM CURURUPU E MAIS UM FOI PRESO


Antônio Alan Pimentel - nacional e a arma
Em continuidade a operação MÃO DE FERRO a policia civil em parceria com a militar realizaram mais uma prisão, segundo as informações da policia.

“Na madrugada de hoje (12/10/2015), a Polícia Civil de Cururupu, com o apoio da Polícia Militar, prenderam o nacional Antônio Alan Pimentel, que no momento da prisão portava um revólver.

Este Alan é um dos receptadores de roubos de celulares e ainda fornece armas pra menores realizar assaltos. Ele tem três enteados, Nitoca (homicida) ta em pedrinhas, Paca(assaltante) ta em CPU e rói rato(traficante e assaltante) ta em CPU.


Esse é mais uma ação do trabalho intensivo que a polícia civil de Cururupu vem realizando e que não acabou com a operação "Mão de Ferro"”.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

POLICIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO MÃO DE FERRO EM CURURUPU

Depois de muitas críticas ao policiamento civil, a resposta veio de forma pratica, sendo que desde as 2 horas da manhã deste dia 09 de outubro uma mega operação foi montada. 

A operação só foi possível apos vários meses de investigações, e as certezas das violações de leis foi montada a operação Mão Forte, que tem como significa o pulso firme no combate as drogas, armas de fogo e munições e ao cumprimento de mandatos de prisão.

Na operação Mão de Ferro foi formada por 15 viaturas e mais de 60 policiais dentre eles 10 delegados, que culminou com a prisão de Fabricia Silva Pinto e Ivanildo Lima Bezerra (Bigudinho), onde foi encontrado com os mesmos 37 pedras de crack e R$ 245,00. 

Foram preso também Wanderson Rodrigues (Cego) com 2 trouxinhas de maconha, 12 pedras de crack, R$ 633,00, 1 cartão bancário e 2 aparelhos celulares. Luis Carlos Vas com 32 munições calibres 38 e 32, 1200 maços de cigarros e R$ 9.240,00 e Eligenilson Pinto Ramos que se tinha um mandato de prisão contra ele.
Delegado Cesar Ferro
Durante revistas nas celas foram encontrados, celulares, carregadores, facas, cerras, alicate de unha e gilete. O delegado Cesar Ferro, destacou que a policia civil vem monitorando varias pessoas e combatendo o trafico de drogas e coibir o numero de assaltos na cidade que cresce a cada dia, mas com a ação muitos destes infratores prestaram contas com ajustiça e que as ações vão continuar ate se prender todos estes infratores independente da classe social.

Delegado Regional de Pinheiro Toriel
O delegado Regional de Pinheiro Dr. Toriel falou dos investimentos e condições que o governo Dino esta dando para a policia civil atuar a cada dia com mais precisão reforças que todos os traficantes e transgressores da lei estarão na mira da policia.

No total a operação terminou com um total de oito presos alem dos produtos mencionados anteriormente, com também da continuidade a segunda fase da operação que deverá acontecer na cidade e visando um numero maior de pessoas.