terça-feira, 3 de junho de 2014

DELEGADO MARCIO LEITE FALA DA SITUAÇÃO DA DELEGACIA DE POLICIA DE CURURUPU...

MARCIO LEITE
Marcio Leite Delegado da Policia Civil 
 Estrutura Delegacia - na verdade a estrutura precária no prédio ainda se mantém, houve algumas melhoras em relação às carceragens porque o promotor e o juiz da cidade, sensíveis com a nossa situação homologaram algumas transações penais no juizado especial aplicaram algumas multas para as pessoas pagarem e destinarem para o prédio da delegacia para pelo menos fazerem mini reforma, não é o prédio todos por que é muito dinheiro para se reformar o prédio todos, o que esta se precisando é muita coisa.

Mas pelos menos haviam paredes rachadas, grades cerradas ou sendo cerradas, a estrutura do banho de sol, elem do forro que era de PVC por onde os presos fugiam, tudo isso facilitaria a fuga dos presos, foi necessário contratar um serviço de metalúrgica, para fazer uma grade de metal para que os presos não fujam mais, que isso foi um serviço de R$ 3.000,00 (três mil reais) que foi quase todo o orçamento que nos chegou através das sentenças judiciais, dessa ajuda do poder judiciário e do ministério publico, mas a secretaria de segurança foi informada através de ofícios.

Marcio Leite Delegado da Policia Civil
Escrivão Alexandre
Esgoto - Com relação ao esgoto que corre pelas ruas já fizemos ofícios informando junto através da secretaria de segurança, só este ano já foram oficializado 2 (duas) vezes solicitamos uma reforma nas carceragens, o prédio em si, o muro que fosse aumentado e inclusão de certa elétrica de qualidade já que o mesmo é muito extenso e as reformas das fossas cépticas, porque as duas fossas foram feitas de forma amadora por falta de conhecimento técnico e porque o piso delas são encimentados e não permite a drenagem para o subsolo, como são muitos presos tomam banho, fazem suas necessidades fisiológicas, logo as duas fossa da localidade não conseguem fazer o esvaziamento e transbordam principalmente no inverno e isso é um problema para nós por que dificilmente agente consegue um carro limpa fossa e quando a gente consegue é ajuda da prefeitura de Cururupu.

Marcio Leite – afirmou que já mandou 2 ofícios requisitando a reforma estrutural do prédio à secretaria de segurança publica do maranhão este ano, já informei através de ofícios o juiz Dr. Celso Serafim sobre a precariedade do prédio, tanto oficiei como falei pessoalmente, inclusive recentemente pedimos aos funcionários da Funasa para dedetizarem a delegacia. Eles colocaram um gás para matar os ratos justamente porque a situação aqui é de total insalubridade tanto para os presos como para nós quem visita e nós funcionários que estamos aqui constante mente. Com relação aos ratos a Funasa nos atendeu e fez a dedetização e alguns ratos já morreram muitos e já diminuiu muito graças a Deus.

Marcio acrescentou que com relação ao esgoto e estrutura o mesmo já pediu aos seus superiores, ele quer acreditar que ainda não foi atendido em virtude de uma questão de distancia, insuficiência financeira, mas estamos aguardando, eu lamento os constrangimentos que a população sofre. Pois no inverno o esgoto fica pior porque já que a água da chuva se mistura com a água do esgoto e vai para as ruas, mas eu crio que as providencias vão ser tomadas.

Marcio Leite Delegado da Policia Civil 
Marcio Leite – acrescentou que é de conhecimento de todos que não é função dos policiais civis custodiar presos, então os presos ficam a mercê essa insalubridade tanto pela falta de estrutura quanto porque aqui não é o local adequado e não termos a função legal de custodiar presos, com todo aquele problema de do complexo de Pedrinhas isso acarretou problemas para todo o estado o que eu quero dizer com isso, presos que eram sentenciados para poderem ir cumprir a sentença definitiva em Pedrinhas, inclusive hoje tem presos cumprindo pena aqui nesta delegacia, porque São Luis sequer tem vaga para recebê-los devido todo o problema que foi manchete nacional, e o prédio da delegacia não foi feito para custodiar presos, permanente mente que não é nossa função, quando na verdade os presos deveriam ser encaminhados para um prédio próprio da secretaria de segurança publica um pessoal qualificado para custodiar presos. Mas infelizmente não temos estes locais aqui na baixada, tem um em Pinheiro, mas já é super lotado. Esta situação acaba impedindo que a nós façamos as nossas funções de investigação de crimes e atendimento ao publico, fazer as nossas diligencias externas porque, quase que diariamente os presos adoecem e nós temos que leva-los ao serviço que saúde por que os presos adoecem com muita frequência em virtude da insalubridade da delegacia de policia de Cururupu, nós temos que organizar a visita de presos, e fazer vistorias dos visitantes e do prédio. Tudo isso toma muito o nosso tempo e acabam nos impedindo de realizar as nossas funções e atendimento ao publico que fica prejudicado por isso.

Marcio Leite Delegado da Policia Civil 
Ajuda - A ajuda do ministério publico e do judiciário nós ter mandado uns recursos das decisões judiciais, isso nos ajudou a conter uma rebelião que teve a dias atrás onde os presos quase derribam uma grades de uma das celas,  por que a bomba de água queimou e aqui faz muito calor principalmente nas celas, e eles estavam sem água o dia todo, então tivemos que comprar durante a noite após comercio fechar para a baderna não aumentasse. Mas graças a Deus nós tínhamos estes recursos, só para se ter, uma noção nós temos que trabalhar em expediente extra.


Marcio Leite - Olha com relação às autoridades municipais a segurança é de responsabilidade do estado, mas geralmente quem nos ajuda com o limpa fossa é a prefeitura e em outras questões que solicitamos, principalmente as questões urgentes que todas as vezes solicitadas elas nos ajudam. Pois a segurança é de responsabilidade do estado, Estado do Maranhão, acrescentou Marcio Leite.