terça-feira, 23 de julho de 2013

VIDAS ESTÃO SENDO CEIFADAS NO TRANSITO DE CURURUPU.

VIDAS ESTÃO SENDO CEIFADAS NO TRANSITO DE CURURUPU.

A imprudência, falta de sinalização e o mal uso de veículos tem sido fatores decisivos para o crescente numero de vidas perdidas em acidentes de trânsito de Cururupu, ainda mais quando os condutores usam álcool e vão para a direção. A cada dia cresce a frota de veículos no município, sendo carros e motos, mais os setores competentes não tem acompanhado este crescimento, de perto pelo menos é o que parece.


O Ministério Publico Estadual através do Promotor de Justiça Francisco de Assis Silva Filho entrou com uma ação civil publica contra o município de Cururupu, pedindo a organização do transito.  

A AÇÃO CIVIL PUBLICA. Fonte:  http://www.mp.ma.gov.br/index.php/lista-de-noticias-gerais/6961-cururupu-mpma-requer-implementacao-de-sistema-de-transito-no-municipio

A Promotoria de Justiça da Comarca de Cururupu ingressou, em 11 de julho, com Ação Civil Pública de obrigação de fazer contra o referido município, localizado a 435km de São Luís, em razão da inexistência de políticas públicas para o cumprimento do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).


O MPMA solicita, como medida liminar, a adoção de medidas que promovam a sinalização, educação, fiscalização e engenharia de trânsito na cidade, entre outras providências. Em caso de descumprimento, foi requerido o pagamento de multa diária de R$ 1 mil.


O promotor de justiça Francisco de Assis Silva Filho, autor da ação, afirmou que, nos últimos anos, aumentou o número de acidentes com vítimas fatais em Cururupu, envolvendo, principalmente, motociclistas. Muitos dos condutores da cidade não possuem habilitação, são menores de idade e negligenciam o uso de equipamentos de segurança obrigatórios. "É notório que o município não vem cumprindo suas obrigações administrativas relativas à questão do trânsito, pois é patente a ausência de sinalização e fiscalização nas ruas e as atividades de engenharia e campanhas educacionais também não são executadas", completou.


PEDIDOSNa área de engenharia de trânsito, foram pedidas a definição de políticas de estacionamento, de carga e descarga de mercadorias, de segurança de trânsito, de pedestres, de veículos de duas rodas, de circulação e estacionamento de veículos de tração animal; o planejamento da circulação de pedestres e veículos; implantação e manutenção da sinalização (vertical, horizontal e semafórica); e a operação do sistema de trânsito nas vias locais.


Entre as medidas de fiscalização, o MPMA solicitou o policiamento administrativo do trânsito na cidade, com aplicação das penalidades cabíveis e arrecadação de multas; e a implantação e funcionamento da Junta Administrativa de Recurso de Infrações (Jari).


Para a implementação da educação no trânsito foram requeridas a criação da escola pública do trânsito, conforme Resolução do Conselho Nacional do Trânsito (Contran); a efetivação de ações de segurança no trânsito; e a promoção do tema trânsito seguro.
No âmbito dos atos de levantamento, análise e controle de dados estatísticos, foi pedida a efetivação do sistema de controle de volume de veículos por tipo, controle de volume de pedestres e de acidentes com vítima.
Em caso de desobediência, foi solicitada a proposição de multa pessoal ao prefeito.


Redação: Eduardo Júlio (CCOM - MPMA).


O Ministério Publico esta fazendo a parte dele, os condutores irão fazer a sua parte? Os pais que aceitam seus filhos menor de idade conduzirem veículos irão fazer a sua parte? Esperamos que tenhamos outra realidade, pois a falta de fiscalização e punição tem contribuído bastante para este crescente numero.

SECRETÁRIO DE SAÚDE DE CURURUPU ALDO LOPES ANUNCIA INVESTIMENTOS NA ÁREA.

SECRETÁRIO DE SAÚDE DE CURURUPU ALDO LOPES ANUNCIA INVESTIMENTOS NA ÁREA.
 
Fotos Claudio Mendes
O Secretário Municipal de Saúde de Cururupu Aldo Lopes falou ao programa Comando Geral da Radio Alvorada FM, que as obras das unidades básicas de saúde de Rumo, Cocal, Guajerutiua e Tapera de Baixo serão iniciadas nesta semana. 
O secretário destacou que os recursos enviados ao município estão sendo aplicados. Segundo o secretário a demora na execução das obras deu-se pelo processo de analise das plantas e o processo licitatório. Aldo Lopes mostrou as plantas e informou os recursos que serão gastos nas obras, de cada comunidade.
Fotos Claudio Mendes

Segundo o secretário as comunidades foram beneficiadas com os seguintes valores: Rumo R$ 66.300,00, Guajerutiua R$ 124.800,00, Tapera de Baixo R$ 123.300,00 e Cocal R$ 123.300,00, no total serão investidos R$ 437.700,00 destes valores já foram antecipados ao município para dar-se inicio as obras um montante de 20% do valor total de cada unidade básica de saúde, correspondente a R$ 87.540,00.

Aldo Lopes tem algumas preocupações com o período chuvoso que pode danificar as nossas vias vicinais, assim com o alto custo de levar os materiais para a ilha de Guajerutiua, mais todas as obras serão entregues no mais breve possível.

Fotos Claudio Mendes
O Secretário chama a atenção da comunidade para fiscalizar e acompanhar as obras e que não se leve os materiais deixados nestas comunidades beneficiadas com as construções, pois as ações pertencem ao povo e o povo tem que cuidar do seu patrimônio afirmou o secretário.
Fotos Claudio Mendes
Fotos Claudio Mendes

Fotos Claudio Mendes
Fotos Claudio Mendes